Você está aqui: Início » Blog » Tutorial sobre aposto e vocativo

Tutorial sobre aposto e vocativo

Dois recursos bastante usados na produção de textos são o vocativo e o aposto. Mais presente no gênero textual carta, o vocativo tem a função de indicar a quem é dirigido o texto. Já o aposto tem múltiplas funções e sempre digo aos alunos que um aposto bem colocado pode ajudar a deixar mais claro o que se quer dizer, desfazer ambiguidades, algo muito importante na interpretação de textos. Além disso, mostra que o candidato tem conhecimento das estruturas da Língua Portuguesa. Vejamos, então, com mais detalhes estes dois elementos.

Tutorial sobre aposto e vocativo

Aposto: é o termo que amplia, explica, desenvolve ou resume o conteúdo de outro termo:

Nossa terra, o Brasil, tem-nos preocupado.

O Brasil = aposto

O aposto é mais uma função substantiva dá oração, tendo como núcleo um substantivo, um pronome ou numeral substantivo ou uma palavra substantivada. De acordo com a relação que estabelece com o termo a que se refere, pode-se classificar o aposto em:

a) explicativo: A Ecologia, ciência que investiga as relações dos seres vivos entre si e com o meio em que vivem, adquiriu grande destaque no mundo atual.

b) enumerativo: Suas reivindicações incluíam muitas coisas: melhor salário, melhores condições de trabalho, assistência médica extensiva a familiares.

c) recapitulativo: Vida digna, cidadania plena, igualdade de oportunidades, tudo isso está na base de um país melhor.

d) comparativo: Seu senso crítico, eterno indagador, levou-o a questionar aqueles dados.

e) especificativo: O compositor Chico Buarque de Holanda continua a produzir uma obra representativa.

Vocativo: é o termo sintático que serve para nomear um interlocutor a quem se dirige a palavra. É um termo independente: não faz parte nem do sujeito nem do predicado. É mais uma função substantiva da oração, sendo desempenhada por substantivos, pronomes e numerais substantivos ou palavras substantivadas:

Amigo, venha visitar-me no próximo domingo. A vida, amada minha, é um constante retomar.

Amigo = vocativo

Atividades com gabarito

Nas frases seguintes, sublinhe os apostos e os vocativos e identifique-os com as letras A e V, respectivamente:

a)   Meu velho amigo, não há mais nada que se possa dizer.

vocativo

b)  João, meu velho amigo, você não tem nada para me dizer?

aposto

c)   Ó meus sonhos, aonde fostes?

vocativo

d)  Uma casa na encosta da montanha, meu maior sonho, evaporou-se com o confisco da poupança.

aposto

e)   Não há mais nada a fazer, minha querida.

vocativo

f)   Tu, que não sabes o que fazes, diz-me: há lei nesta terra?

vocativo

g)   Um dia, meu bem, não haverá miséria.

vocativo

h) Ele não deseja muita coisa: um emprego, uma casinha, uns trocados para viajar de vez em quando.

aposto

Caso você queira saber mais sobre Gramática normativa, saber quais os conhecimentos necessários para fazer bem a prova do Enem, conheça o Curso Português Pra Passar. Clique no botão abaixo.

cta-saiba-mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*